We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Tuesday
08
MAY

KALE Companhia de Dança • Partager

22:00
20:00
Festival DDD - Dias da Dança
Event organized by Festival DDD - Dias da Dança

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

TER 8 MAI / 22H00 & QUA 9 MAI / 19H00
KALE Companhia de Dança
PARTAGER:

ENDLESS • Gilles Baron (França)
À TRANSPARÊNCIA SE VÊ O VERSO • Paula Moreno
EU SOU O PASSAGEIRO • Olatz de Andrés (Espanha)

> Armazém 22 [A22] — GAIA
Bilhetes 5,00 EUR • M/12

Três coreógrafos partilham as noções de grupo, de transparência e de viagem.
A Kale cria um espetáculo em formato triple-bill num verdadeiro encontro transfronteiriço de partilha de linguagens e processos de criação levado a cena no mesmo palco com os bailarinos da companhia. Gilles Baron, de França, apresenta “Endless”, um trabalho que retoma a noção primitiva de grupo. Paula Moreno, de Portugal, apresenta “À transparência se vê o verso, uma peça para três intérpretes que investiga as transparências que o real implica nas suas opacidades terrenas. Por fim, a coreógrafa espanhola Olatz de Andrés desenvolve em “Eu sou o passageiro” um organismo composto por um conjunto de corpos e em viagem.

///
Gilles Baron tem formação clássica, se- guiu carreira como intérprete com coreógrafos como Pierre Doussaint, Serge Ricci, Rainer Behr, Guilherme Botelho, Rui Horta, Emmanuelle Vo-Dihn. Paralelamente desenvolveu as suas próprias criações coreográficas, obtendo vários prémios. Criou a sua companhia em 2004, plataforma onde se cruzam bailarinos, artistas circenses, cenógrafos, arquitetos.

Paula Moreno é coreógrafa, intérprete, professora, psicoterapeuta corporal, e autora dos projetos “Ama.Zonas” e “Movimento Biossintónico”. Licenciada em Dança pela Escola Superior de Dança de Lisboa, com for- mação em Psicoterapia Corporal, Massagem Biodinâmica e com pós-graduação em Psicopedagogia Percetiva. Desde 2000, tem desenvolvido projetos criativos independentes e para companhias de dança. Trabalhou com Mathilde Monnier, Charles Cré-Ange, Sílvia Real, Aldara Bizarro e Paulo Ribeiro. Leciona movimento contemporâneo desde 2004 no Instituto de Artes do Espetáculo, na ESMAE, no balleteatro, no Fórum Dança, na Companhia Instável e no Ginasiano Escola de Dança.

Olatz de Andrés, como coreógrafa, pretende criar espaços coreográficos singulares com o intuito de mover a imaginação do público. Na sua obra coreográfica explora seis questões: materialização de ideias com o corpo, trabalho de grupo em que o indivíduo é incorporado no coletivo, intérpretes com uma clara individualidade, atmosferas relacionadas com a ficção científica e o cinema, relação entre quietude e movimento e o não virtuosismo. Criou várias peças com apresentações em Espanha, França, Itália, Reino Unido e Alemanha amplamente premiadas.

///
FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA
Endless:
Coreografia Gilles Baron
Interpretação Ana Semeão, Dinis Santos, Joana Couto, Michael de Haan, Leonor Barbosa

À Transparência se Vê o Verso:
Coreografia Paula Moreno
Interpretação Ana Isabel Castro, Dinis Santos, Michael de Haan

Eu Sou o Passageiro:
Coreografia Olatz de Andrés
Interpretação Ana Isabel Castro, Ana Semeão, Beatriz Valentim,
Michael de Haan, Beatriz Baptista, Leonor Barbosa
Ensaiadora Sara Moreira
Desenho de Luz Joaquim Madaíl
Técnico João Abreu
Produção Marca-d'água
Apoios Ginasiano Escola de Dança, Armazém 22
Parceiros Festival DDD – Dias da Dança, Maladain Ballet Biarritz

No âmbito do projeto de cooperação coreográfica transfronteiriço Regards Croisés|Begirada, Gurutzatuak|Miradas Cruzadas
Duração aprox. 1h

Venue

A22