We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Saturday
19
MAY

Música/ vocal/ acappella: VOZES DA RÁDIO

22:00
23:30
Casa Das Artes A-valdevez
Event organized by Casa Das Artes A-valdevez

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

Música/ vocal/ acappella:

19 de Maio
sábado às 22h00
VOZES DA RÁDIO
Auditório da Casa das Artes
Pré-venda e reserva de bilhetes a partir de 14 de Maio. Preço único: €3,00
Em 2016, ano em que celebraram as bodas de prata, as Vozes da Rádio lançam “Canções do Homem Comum”, o seu décimo trabalho discográfico.
O homem comum é sonhador, apaixonado, criativo, romântico, observador, interventivo, crítico, alegre, divertido, irrequieto, por vezes melancólico, outras triste, outras vingativo. É tudo isto, mais ainda, e tem um excelente sentido de humor. O melhor é conhecê-lo.
As “Vozes da Rádio” são um quinteto vocal formado em 1991 na cidade do Porto. Desde essa altura que cantam acappella os mais variados estilos musicais.Em 1994 gravaram pela primeira vez no álbum de homenagem a Zeca Afonso “Filhos da Madrugada” onde interpretaram “Índios da meia praia”.Desde 1995 gravaram oito trabalhos. “Bruxas, Heróis de Males d’Amor” (1995), “Mappa do Coração” (1997), “Mais perto (uma produção comunicativa) ” (2001), “O som maravilha dos Senhores” (2002), “Natal” (2003), “Mulheres” (2005), “7 e Picos, 8 e Coisa, 9 e Tal” (2007) e “Pérolas e Porcos” (2009).No seu curriculum, além de centenas de concertos por todo o país, ilhas e Macau, têm igualmente várias participações em discos e espectáculos de outros artistas portugueses: Gaiteiros de Lisboa, Ala dos Namorados, Rui Veloso, Delfins, Clã, Sara Tavares, Rui Reininho ou Mafalda Arnauth são alguns dos exemplos de colaboração.
O seu som aliado ao humor e à boa disposição são a sua principal característica e que faz deste quinteto um dos mais originas projectos musicais de Portugal.
2018 é marcado pela edição do Vol. 2 de “Canções do Homem Comum” que conta com vários convidados nomeadamente António Zambujo, Uxia, entre outros.