We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Friday
06
APR

A Arte de Ser Palhaço com João Lima

18:00
13:00

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

Ser palhaço não é só vestir uma roupa colorida, um sapato grande, um nariz vermelho e sair fazendo gracejos por aí. Ser palhaço é revelar o verdadeiro ser humano que está por trás da máscara do palhaço e da nossa própria máscara cotidiana.
A partir dessa premissa essa oficina trabalha a autoaceitação e o enfrentamento do ridículo, entendendo que o que temos de diferente uns dos outros não são defeitos e sim qualidades que nos tornam autênticos, únicos e portanto excêntrico e potencialmente cômico.
Assim, possibilita ao participante colocar em cena não uma personagem e sim o seu próprio ser em estado lúdico.

OBJETIVOS

GERAL:
Levar os participantes a entrarem em contato com a sua verdadeira identidade para assim acessar o seu estado lúdico e encontrar o seu palhaço interior através de jogos e exercícios que trabalham o enfrentamento do ridículo e a exploração de princípios básicos da produção do cômico.

ESPECÍFICOS:
•Reaprender a olhar o mundo com novos olhos, para capturar o humor do ambiente que nos cerca;
•Redescobrir o prazer de brincar, divertir-se e divertir os outros com simples brincadeiras e ingenuidades;
•Perder o medo do ridículo entendendo que as diferenças de cada um não são defeitos e sim qualidades que os tornam autênticos, únicos e, portanto excêntrico e potencialmente cômico;
•conhecer e exercitar as noções e princípios básicos da produção do cômico.

JUSTIFICATIVA

Ser palhaço não é só vestir uma roupa colorida, um sapato grande, um nariz vermelho e sair fazendo graça por aí. Ser palhaço é se auto conhecer e adquirir coragem de se aceitar como se é. Revelando assim o verdadeiro ser humano que está por trás da máscara do palhaço e da nossa própria mascara cotidiana, que assumimos como autodefesa.
A partir dessa premissa a técnica do palhaço possibilita aos participantes colocar em cena não uma personagem e sim o seu própria pessoa em estado lúdico genuíno, capaz de tocar verdadeiramente o outro e cativá-lo, seja para rir ou para emocionar.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

–O prazer de brincar
–O corpo dês-automatizado
–Repertorio corporal
–A busca do olhar genuíno
–Auto-reconhecimento e auto-aceitação
–Domínio dos estados psicofísicos
–O nascimento do palhaço
–Descobrindo um figurino
–A lógica da comicidade

INFORMAÇÕES SOBRE A OFICINA

CARGA HORÁRIA: 20 h

NÚMERO DE VAGAS: 10 a 15(máximo)

PUBLICO ALVO: profissionais e estudantes das artes cênicas ou pessoas, acima de 18 anos, com ou sem experiência em palhaço ou teatro, interessados na arte do palhaço com disposição para o trabalho físico.