We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Sunday
25
MAR

Intercâmbio – Caravana para Rosario/ARG

17:00
23:00
Espaço Sideral
Event organized by Espaço Sideral

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

Uma delegação de expositores e artistas da Feira Viva, do grupo Araçá e de outros coletivos da região metropolitana de Porto Alegre, estão organizando-se para participar da 6ta Feria Nacional de la Red de Comercio Justo del Litoral y Pre-Foro Social Mundial de Economía Solidaria a realizarse nos dias 6, 7 e 8 de abril, em Rosario, Argentina.

O intercâmbio visa a debater a construção de mundos solidários; a importância dos movimentos sociais nas lutas por uma nova cidadania, com enfoque na soberania alimentar e na relação cidadãos versus consumidores alienados, luta campesina, economia solidária, saúde e acessibilidade; direitos civis, autonomia e políticas públicas e comunicação dos mundos para o bem viver.

Para tanto, a delegação está realizando algumas ações* para arrecadar verbas para subsidiar os custos com transporte a Rosario.

*Encontro cultural no Espaço Sideral com apresentação teatral do grupo Os Quixotescos.

* Rifa Solidária que poderá ser adquirida no Espaço Sideral.

Então, companheir@s, colaborem com a Caravana Rosario/Argentina.

Venha curtir o esquete teatral “O Conto da Ilha Desconhecida”, baseada na obra homônima do ganhador do Prêmio Nobel de Literatura, José Saramago.

O monólogo apresenta a trajetória de um homem obstinado que busca realizar seu maior sonho: sair em busca de uma ilha que ninguém conhece. Uma jornada interior de realização pessoal, uma aventura repleta de reflexões.

Valoriza o sonho como estímulo para a realização humana. Afinal, a busca de uma ilha que não consta em nenhum mapa, tem por trás de seu relato a maneira com a qual lidamos com o desconhecido, mostrando o retrato do ser humano, suas condições, pensamentos, sonhos e buscas.

Como escreveu Saramago: “É necessário sair da ilha para ver a ilha, não nos vemos se não saímos de nós”.