We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Friday
13
APR

Círculo De Mulheres - O Sagrado Feminino: O Arquétipo Da Deusa Afrodite

21:00
23:00
Clube Luz do Saber
Event organized by Clube Luz do Saber

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

Com Jyotishmati Maria Lima

"Na Grécia Antiga as mulheres sabiam que estavam sob o domínio de uma deusa a quem veneravam prestando homenagens e oferendas nos seus templos, invocando o seu auxílio. Estas mesmas deusas ainda fazem parte da vida da mulher, mas habitam o mundo inconsciente coletivo como arquétipos (imagens primordiais).
No íntimo de cada mulher encontrar-se-ão as deusas. Em cada mulher estarão uma ou mais deusas ativadas que terão as suas diferenças individualmente.
No início dos tempos tinha-se o Matriarcado: período marcado pelo predomínio do Arquétipo da Grande Mãe e, consequentemente, o feminino tinha o seu lugar de destaque. Em seguida, houve uma grande revolução e as divindades masculinas passaram a predominar e, progressivamente, o feminino foi rejeitado e execrado, passando a predominar o Patriarcado.
Os valores associados ao feminino, ligado ao princípio do Eros, que são a recetividade, a passividade , a disciplina e a subjetividade, que dizem respeito à capacidade de se relacionar, criar e cuidar foram condenados. E valores associados ao masculino, ao princípio do Logos, tais como discriminar, julgar, impor regras e limites de maneira rígida, e agir e relacionar-se muito impessoalmente foram supravalorizados.
No momento atual, observa-se que as próprias mulheres aderiram ao modelo do Patriarcado, passando a supravalorizar o princípio do Logos. Então, decidiram ser mulheres que pensam demais, racionalizam demais, agem demais, competem demais, julgam demais, discriminam demais e, se relacionam menos, criam menos, cuidam menos. As próprias mulheres passaram a ridicularizar o arquétipo do sagrado feminino, e passaram a viver de acordo com padrões de comportamento estereotipados. E, com isso, as Deusas foram renegadas ao porão da vida.
O grande feminino foi caçado como uma bruxa, queimado e as suas cinzas foram sopradas ao vento. Mas, chegou a hora de, como a Grande Fénix, ressurgir das cinzas..."

Nestes Círculos de Mulheres, e neste ano 2018, vamos resgatar a(s) nossa(s) deusa(s) interna(s) e vamos lembrar-nos que ser mulher é "se relacionar, criar e cuidar", ativando em nós o princípio do Eros.
Num ambiente de PAZ, de LUZ, de muito AMOR, vamos todas, como irmãs, despir as capas da racionalização, discriminação, julgamento... todas passaremos por processos de cura e... RENASCIMENTO!
Todas são bem-vindas!

PROGRAMA:
Fecho do círculo
Meditação de ligação à Mãe Divina
Invocação dos quatro elementos
O arquétipo da Deusa Afrodite
Exercícios de conexão com a Deusa Interna: ativação dos três templos sagrados
Dança à Deusa Afrodite
Abertura do círculo
Partilha de alimentos

Necessário trazer:
- roupa confortável (podem vir de saia ou de vestido)
- écharpe ou lenço
- meias confortáveis
- objeto de poder para colocar no altar
- comida para partilhar

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA:
clubeluzdosaber@hotmail.com
Tlf. 259373204 Tlm. 937558224