We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Thursday
29
MAR

O Edifício de Pedra

18:30
19:30
Fundação José Saramago
Event organized by Fundação José Saramago

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

[Scroll for English]

[PT] O "Sem casas não haveria ruas" prossegue a leitura de livros proibidos, censurados ou de algum modo silenciados hoje no mundo. Depois da China, vamos à Turquia.


O Edifício de Pedra

A Turquia vive desde Julho de 2016 uma purga da qual ninguém está a salvo. A antiga lista de livros censurados deu lugar à apreensão discricionária de milhares de livros, encerramentos de dezenas de editoras, livrarias, jornais e revistas, quase sempre sem mandado judicial ou acusação formada e, portanto, sem possibilidade de defesa em tribunal. Não se trata apenas de obras relacionadas com os curdos, com o genocídio arménio ou com Fethullah Gulën, antigo aliado de Erdogan e seu actual arqui-inimigo. Qualquer livro antes consensual pode agora servir como prova de pertença a uma organização terrorista e como guia de prisão. Não se trata apenas de escritores, jornalistas ou activistas políticos. Hoje na Turquia todos temem esse Edifício de Pedra, o cárcere real e metafórico sobre o qual se constroem as ditaduras e que dá título a um dos livros que leremos no Sem casas não haveria ruas de Março. Com Luís Caetano e Sofia Lorena.

O ciclo de leituras Sem casas não haveria ruas é uma parceria entre a Casa Fernando Pessoa, a Fundação José Saramago e a editora BOCA. Em 2018 damos a escutar livros censurados hoje pelo mundo, muitos ainda não publicados em Portugal. A entrada é livre.

Apoio Antena 2.

~~

[EN] The cicle Sem casas não haveria ruas continues the reading of banned, censored or otherwise silenced books in the world today. After China, we will visit Turkey next Thursday, March 29, at 6.30 pm at the Saramago Foundation. Admission is free and everyone is invited.

The Stone Building
Turkey has been living a purge from which no one is safe since July 2016. The previoust list of censored books gave way to the discretionary seizure of thousands of books, closures of dozens of publishers, bookstores, newspapers and magazines, almost always without a court order or accusation formed and therefore without possibility of defense in court. It is not just works related to the Kurds, the Armenian genocide, or Fethullah Gulën, a former ally of Erdogan and his current arch-enemy. Any previously consensual book can now serve as proof of membership in a terrorist organization and as a guide to imprisonment. It's not just about writers, journalists or political activists. Today in Turkey everyone is afraid of this Stone Building, the royal and metaphorical jail on which dictatorships are built and which gives a title to one of the books that we will read in March's session, with Luís Caetano and Sofia Lorena.

Sem casas não haveria ruas is a partnership between Casa Fernando Pessoa, Fundação José Saramago and BOCA. In 2018 we devoted it to books censored in the world today, many still not published in Portugal. Free admission.

Media partner: Antena 2.