We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Tuesday
03
APR

IAB debate os concursos de arquitetura

19:00
21:00

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

Perspectivas da arquitetura

Com o objetivo de discutir os rumos da arquitetura brasileira, baseado em discussões e críticas atuais divulgadas na mídia especializada, o IAB promoverá uma rodada de debates tendo como pano de fundo a prática dos concursos de arquitetura.
O papel subestimado do arquiteto urbanista em relação à realidade urbana nacional intensifica um processo de depreciação da profissão, muito em função do isolamento dos debates e das práticas de projeto. Julgamos necessário um esforço da comunidade de arquitetos urbanistas para se repensar a atuação profissional na direção de novas agendas coletivas.
Para tanto, o olhar voltado aos concursos, seus processos, resultados e formas de organização pode ser um caminho bastante produtivo no fomento desta discussão, apontando direções na evolução da dinâmica da arquitetura e urbanismo brasileiros.
Foi com a questão “Qual o problema dos concursos nacionais de arquitetura?” que um dos editores da sessão nacional do portal Archdaily contextualizou, em Julho deste ano (2017), um debate que começava a ganhar espaço nas páginas do site de notícias. Textos como “Perspectivas do Chão: Novos olhares para os concursos de projeto de arquitetura no Brasil”, escrito por um grupo de jovens profissionais e “Sobre os concursos de arquitetura no Brasil e a deprimente ausência de inovação”, escrito pelo arquiteto Hector Vigliecca, são exemplos desta inquietação.
Dois meses depois (set/2017), o portal voltou a publicar um editorial “Sobre a (ausência de) crítica na arquitetura”, desta vez para se referir a baixa qualidade de argumentação nos comentários vinculados a um texto referente ao Templo de Salomão em São Paulo.
Apesar de aparentemente tratarem de temas distintos da arquitetura nacional contemporânea, a recorrência dessas questões parece evidenciar uma profunda crise de valores disciplinares no contexto local da profissão. Como atribuir valor às realizações de uma classe profissional? De que modo esse conjunto de valores são responsáveis por constituir o que entendemos como disciplina da arquitetura?
A dificuldade de lidar com tais questões levou o IAB a abrigar uma reflexão mais abrangente sobre estes temas e convocar os arquitetos para discutir tanto as condições dos concursos no contexto atual da profissão, quanto o papel destes em uma dimensão urbana e social mais abrangente, considerando a cidade e a arquitetura como direitos sociais de toda a população.
Não tem sido difícil encontrar uma grande quantidade de arquitetos e urbanistas desestimulados a entrar em processos de concursos brasileiros de arquitetura e urbanismo, devido, principalmente, à má remuneração dos profissionais, à frequente paralisação do processo de projeto após a competição que resulta na não construção das propostas vencedoras, à redação imprecisa dos editais, na maior parte das vezes pouco objetivos, e à homogeneidade das propostas que recebem notoriedade.

Tendo como base as inquietações apresentadas, diante do cenário atual dos concursos de projeto de arquitetura e urbanismo no Brasil e procurando ampliar o debate sobre este processo, convidamos arquitetos, urbanistas, paisagistas, universidades, escolas, empreendedores, políticos e atores que participam ou têm interesse nesta discussão para uma rodada de debates, com as seguintes temáticas:

MESA 1: 03/04 - EDITAL E NORMAS. Quem segue edital ganha concurso?
MESA 2: 20/04 - JÚRI E CRÍTICA. Júri e/é crítica ?
MESA 3: 08/05 - INOVAÇÃO E TRADIÇÃO. Quanto pesa a tradição?

As rodadas de debate serão acompanhadas da formação de grupos de trabalho para o aprofundamento dos temas tratados. A discussão pretende ser apenas o começo de um processo amplo e participativo para a formulação de um novo marco regulador dos concurso de arquitetura e urbanismo no Brasil.

Bibliografia Básica
“Sobre a (ausência de) crítica na arquitetura: ou, porque temos que ler mais que apenas o título.”
18 Setembro, 2017 por Equipe ArchDaily Brasil
http://www.archdaily.com.br/br/879557/sobre-a-ausencia-de-critica-na-arquitetura-ou-por-que-temos-que-ler-mais-que-apenas-o-titulo

“Sedução em escala monumental: o Templo de Salomão em São Paulo.”
11 Setembro, 2017 por Helena Cavalheiro
http://www.archdaily.com.br/br/879361/seducao-em-escala-monumental-o-templo-de-salomao-em-sao-paulo

“Qual o problema dos concursos nacionais de arquitetura?”
20 Julho, 2017 por Romullo Baratto
http://www.archdaily.com.br/br/876142/qual-o-problema-dos-concursos-nacionais-de-arquitetura

“Sobre os concursos de arquitetura no Brasil e a deprimente ausência de inovação.”
17 Julho, 2017 por Héctor Vigliecca
http://www.archdaily.com.br/br/875906/sobre-os-concursos-de-arquitetura-no-brasil-e-a-deprimente-ausencia-de-inovacao-hector-vigliecca

“Perspectivas do Chão: Novos olhares para os concursos de projeto de arquitetura no Brasil.”
25 Abril, 2017 por Frederico Costa, Léa Gejer, Luis Fernando Milan e Maíra Barros
http://www.archdaily.com.br/br/869916/perspectivas-do-chao-novos-olhares-para-os-concursos-de-projeto-de-arquitetura-no-brasil