We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Friday
06
APR

Quadrinhos LGBT: conversa e sessão de autógrafos com Mário César

19:30
22:00
Livraria Taverna
Event organized by Livraria Taverna

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

A Livraria Taverna e o quadrinista Mário César convidam para bate-papo e sessão de autógrafos, no dia 6 de abril, sexta-feira, a partir das 19h30.

De passagem em Porto Alegre, o quadrinista paulistano Mário César fará um bate-papo na Taverna sobre sua produção em quadrinhos e a presença de temáticas de gênero e sexualidade, voltadas à representatividade LGBT, presentes em sua obra.

'BENDITA CURA', seu mais novo trabalho, conta a história de Acácio. Desde pequeno ele era um garoto diferente. Preferia brincar de boneca a jogar futebol, o bambolê lhe interessava mais que carrinhos e pistolas de cowboy. Assustados com a possibilidade de seu filho ser homossexual, seus país submetem Acácio a diversos tratamentos para ele se tornar um menino normal como os outros.

Desde 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) se posicionou contra a homossexualidade ser considerada uma doença e passou a tratá-la uma variação natural da sexualidade humana. A partir deste entendimento, uma resolução de 1999 do Conselho Federal de Psicologia (CFP) proibiu os profissionais de aplicarem terapias para tentar alterar orientação sexual no Brasil.

Mesmo assim, a chamada “cura gay” volta e meia vem à tona por conta da ganância dos que almejam lucrar com a ignorância e o preconceito sobre a questão. Bendita Cura retrata o que é ter a vida marcada pelo preconceito e os efeitos de terapias de reversão que tentam curar algo que simplesmente não é uma doença.

Por conta do teor social da história, Mário César disponibilizou a HQ para leitura on-line. Você pode ler no link abaixo e, se gostar, ajude a transformar a edição impressa em realidade apoiando esta campanha: https://tapas.io/series/bendita-cura

SOBRE O AUTOR

Mário César é cartunista, autor e editor de histórias em quadrinhos, além de atuar como ilustrador e designer gráfico freelancer. Venceu duas vezes o Troféu HQ Mix, a principal premiação brasileira de quadrinhos e também foi indicado à premiação nas categorias Novo Talento – Roteirista e Novo Talento – Desenhista pela série EntreQuadros. Já publicou charges no UOL Notícias, Jornalistas & Cia e atualmente as publica no site Socialista Morena.

Foi editor e colaborador da Front e co-editor e um dos desenhistas dos álbuns Pequenos Heróis (Devir e Marsupial) e Futuros Heróis (Nova Fronteira) de Estevão Ribeiro. Além disso, é desenhista de Púrpura (SESI-SP Editora), com roteiro do jornalista Pedro Cirne, e de Não existem Super-heróis na vida real (Devir), em parceria com o escritor Nick Farewell. Ciranda da Solidão (Balão Editorial) foi seu primeiro quadrinho a abordar questões LGBTQ+s e agora está produzindo Bendita Cura, uma história que aborda homofobia e a famigerada "cura gay".