We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Saturday
26
MAY

Acampamento: trilha de tropeiros Canyon Realengo e Amola Faca

06:30
17:30
Na Trilha dos Canyons
Event organized by Na Trilha dos Canyons

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

CANYON REALENGO
Trilha dos tropeiros / Acampamento selvagem
Visita as Paleotocas
A palavra "tropeiro" deriva de tropa, numa referência ao conjunto de homens que transportavam gado e mercadoria no Brasil colônia. O termo tem sido usado para designar principalmente o transporte de gado da região do Rio Grande do Sul até os mercados de Minas Gerais, posteriormente São Paulo e Rio de Janeiro,
Durante mais de 200 anos os tropeiros foram responsáveis por toda a comercialização e transportes de produtos e informações no Brasil.
A atividade que nos propomos a realizar abrange uma destas trilhas, mas com atrativos tão ou mais interessantes.
Como a visita as Furnas na comunidade de Três Barras interior do município de Morro Grande SC.
As Furnas localizadas próximas ao Canyon Realengo, são Paleotocas formada por animais pré-históricos como o Tatu e a Preguiça gigante e posteriormente habitadas por índios Xokleng. As crateras em forma de túneis abertas no chão aguçam a curiosidade fazendo com que várias pessoas visitem este belíssimo ponto turísticos que fará parte do nosso roteiro.
O local foi imortalizado no romance "O Prisioneiro de Montanha" de Fidélis Dalcin Barbosa.
A garganta do Diabo no alto do platô do Realengo com seus 3,5 metros de largura e mais de 45 metros de profundidade e a cabeça do urso (pedra com esse formato que é a guardiã do canyon).
O Platô do canyon Realengo fica a 1.300 metros de altitude tem uma área de 90 há, de onde avista-se várias cidades como: Araranguá SC, Criciúma SC, Meleiro SC, Morro Grande SC, Torres RS, parte do litoral, além de toda a planície costeira, borda do canyon Amola Faca já em Timbé do Sul SC e o Monte Negro ponto mais alto do RS com seus 1.410 metros de altitude.
Um lugar ímpar com fauna e flora preservadas. E onde faremos o nosso acampamento.
Primeiro Dia:
06h25mim;
Encontro em frente à Igreja Matriz de Meleiro SC (Casa Paroquial Nossa Senhora da Glória) e em comboio nos deslocaremos até a comunidade de Três Barras no município de Morro Grande SC que fica 26 km do centro de Meleiro SC, estrada asfaltada em bom estado de conservação.
Os veículos ficarão em uma propriedade particular no inicio da trilha.
07h30mim;
Inicio da trilha!
5 km de trilhas até onde se localizam as paleotocas, já dentro do canyon Realengo.
09h30mim;
Chegada ao morro onde se localizam as paleotocas e visitação.
10h30mim; Retomada da trilha Serra do Pilão em direção a Cabana dos Irmãos Casagrande a 1 km de distância onde faremos o nosso almoço, único banheiro da trilha heheh.
11h30mim;
Reinicio da trilha na Serra do Pilão, serão mais 6,4 km de subida íngreme até a fonte de água no alto do platô do Realengo onde montaremos o acampamento a 1.300 metros de altitude.
15h00mim;
Chegada ao alto do Realengo.
Acampamento totalmente selvagem.
Os participantes deverão levar em uma mochila cargueira tudo o que irão precisar para seu conforto e bem estar (barraca, saco de dormir, isolante térmico, toldo, capa de chuva, alimentação, para 3 dias, lanterna com baterias extras, muda de roupa extra, um calçado seco, pois atravessaremos o rio algumas vezes, á água no local é potável, mas o ideal levar um purificador de água, kit primeiro socorro básico, remédios, segunda pele no alto da serra é geralmente frio, Anorak, canivete, cantil, luvas, isqueiro, apito, bastão de caminhada, PH para necessidades fisiológicas, saco de lixo, saco estanque, repelente, maquina fotográfica, panela para o miojo ou o carreteiro café solúvel ou chá, açúcar, fogareiro...)
Montagem do acampamento, saída para conhecer o platô, curtir o por do sol e a noite confraternização do grupo.
Segundo dia:
06hs30mim;
Alvorada, café e Saída até a borda de onde se visualiza todo o canyon Realengo, canyon Amola Faca, Garganta do Diabo, pedra Cabeça do Urso, planície costeira e o nascer do sol.
11hs00mim;
Retorno acampamento, almoço, desmontagem do acampamento.
12hs30mim;
Recolhimento de todo o material e começo da descida da serra do Pilão em direção ao estacionamento, descida em torno de 5 horas.
18hs00mim;
Chegada a comunidade Três Barras (estacionamento) e retorno para local de origem.
A trilha tem uma média de 26 km em seu total.
Grau de dificuldade: Alto (exige bom condicionamento físico).
Valor!
R$ 180,00 por participante.
Um mínimo de 4 participantes.
Inclui:
Acompanhamento de guia/condutor em tempo integral, seguro conta acidentes, caneleiras.
Não inclui:
Alimentação, transporte.
contato@natrilhadoscanyons.com.br
WhatsApp 48 9 8855-1149