We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Friday
13
APR

UM - espectáculo de dança de Mauricio Flórez (Colômbia)

21:30
22:30
Cossoul
Event organized by Cossoul

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

UM é o número inteiro que segue o zero e precede o dois, ele também é o segundo número natural e o primeiro número ímpar. Um é uma dança livre, primitiva e intensa. Um designa pessoa, animal ou algo ainda não mencionado ou identificado no texto ou no diálogo. Um corpo. Um monstro. Um, algum, certo, qualquer. Um brinca com interpretações físicas caricatas. Um é caricato. Uma pessoa, uma criatura, alguém. Um só existe no seu género ou espécie. Uma coisa, algo. Um tem elementos e texturas sonoras que conferem efeitos extraordinariamente ordinários e criam em conjunto uma linguagem ligeira, descontraída e pop. Um.

⚡Única apresentação em Lisboa, na COSSOUL, no dia 13 de Abril (sexta), às 21h30 ⚡

Direcção e interpretação: Mauricio Flórez (Colômbia)
Orientação: Gustavo Miranda
M/16
Entradas: 10€

RESERVAS: info@cardumeimpro.com

✦ ✦ ✦

MAURICIO FLÓREZ

Bailarino colombiano, licenciado en Danza pela Universidad de Antioquia, actualmente reside em São Paulo (Brasil), integrando o núcleo artístico Key Zetta e Cia. Como artista independente criou os solos UM (2017), Bolero (2014) e Fabulación (2011). É preparador corporal da Companhia de Teatro A Musa Heróica em São Paulo, e participa como convidado da Jam 1mm of all that, com direcção de Cristian Duarte. Foi treinador corporal da Cia. Acción Impro (Colômbia) e do ator Gustavo Miranda (Improvável - Commedia a la Carte - Porta dos Fundos)

✦ ✦ ✦

UM é uma peça de dança que nasce do desejo de explorar a potencialidade primitiva do corpo, através do uso da máscara como ferramenta mágica para alcançar um estado intenso de metamorfoses. A peça apoia-se nos estudos sobre o excesso da presença para seduzir o olhar do outro, do mistério como capacidade de simultaneamente revelar e ocultar, e em algumas outras ideias estudadas pelo filósofo português José Gil no seu livro Monstros. Esse estudo possibilitou a exploração do exagero, o gesto e a imagem caricatural para criar uma lógica singular, rica em contradições, cujos efeitos, tanto fantásticos quanto ordinários, oscilam entre o agradável e o disforme, o infantil e o grotesco, o harmonioso e o ridículo.

Venue

Cossoul