We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Sunday
08
APR

Nhanderuvuçu, o menino trovão estréia no SESC Sorocaba!

16:00
17:00
Sesc Sorocaba
Event organized by Sesc Sorocaba

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

O mito Guarani da criação é o tema de "Nhanderuvuçu – o menino trovão”, que o Grupo Manuí estreia no palco do Teatro do Sesc Sorocaba, no dia 8 de abril, às 16h. O espetáculo conta a saga de Nhanderuvuçu, o primeiro ser humano feito por Tupã, o Criador, em um tempo “nem antigo e nem passado porque nem o tempo existia”. Nascido a partir do sonho de Tupã, o menino trovão era muito leve e não conseguia ficar na terra, ele recebe do Criador a orientação para ir até as quatro direções sagradas, onde encontra os nandejaras, professores que os ensinam a viver na terra e, por fim, ajudar Tupã na criação de todas as coisas que existem. A apresentação comemora os 16 anos de existência do Grupo Manuí e faz parte da programação especial “Povos Sagrados”, que o Sesc Sorocaba realiza em abril.

Em cena estão, a atriz Tatiana Zalla (direção geral e atuação) e o músico Leandro Pfeifer (direção musical e trilha sonora original), interagem com as sombras e silhuetas criadas e manuseadas pela sombrista Urga Maira (direção de arte, sombrista e silhuetas) e com as projeções criadas pelo VJ José Sampaio (videocenário). O cenário e a iluminação ficam a cargo de Antônio Victorio e Melissa Branco e o figurino por Márcia Cruz. A direção de cena e as ilustrações são assinadas por Cassiano Reis.

A apresentação é livre para todos os públicos e os ingressos custam R$ 5,00 para credenciados no Sesc e dependentes (credencial plena), R$ 8,50 para aposentados (pessoas com mais de 60 anos), pessoas com deficiência, estudantes e servidores da escola pública com comprovante e R$ 17,00 inteira. Grátis para crianças até 12 anos.

Grupo Manuí

Formado pela atriz Tatiana Zalla e pelo músico Leandro Pfeifer o Grupo Manuí – adaptação da palavra Maino’i que significa beija-flor em tupy guarani - tem o propósito de levar para crianças de todas as idades a arte ancestral de contar histórias. Suas apresentações pelo país somam um público que ultrapassa 200 mil pessoas. Com um repertório vasto de histórias e músicas que revelam a alma brasileira e os valores humanos, o Grupo completa 16 anos em 2018.


Mais informações: www.manui.art.br

Povos Sagrados

A apresentação do espetáculo faz parte da programação do projeto “Povos Sagrados: Expressões Indígenas”, que acontece no Sesc Sorocaba no mês de abril e privilegia o protagonismo dos índios, desde a curadoria até a realização das ações. A parceria com Centro de Convivência Indígena (CCI), da Ufscar Sorocaba, contemplou uma série de reuniões presenciais com os índios que representam as etnias Atikum-Umã, Bakairi, Guarani, Kambeba, Piratapuia, Ticuna, Tupi-Guarani, Tuyuka e Xavante.