We use cookies to personalise content and ads, to provide social media features and to analyse our traffic. Read more…
Thursday
26
APR

Lea Moro • (b)reaching stillness [Estreia Nacional]

22:00
23:10
Festival DDD - Dias da Dança
Event organized by Festival DDD - Dias da Dança

Get Directions

Category
#var:page_name# cover

QUI 26 ABR / 22H00
LEA MORO
(B)REACHING STILLNESS [Estreia Nacional]

> AUDITÓRIO CAMPO ALEGRE — PORTO
Bilhetes 10,00 EUR • M/12: https://bit.ly/2ubLDB7

Três corpos aparentemente imóveis estão deitados em chão azul. Em “(b)reaching stillness”, a inatividade é vista como uma mudança constante e estudada no seu potencial físico. O ponto de partida são naturezas mortas do período barroco, não só dado o elemento óbvio de imobilização, mas sobretudo devido à sua capacidade de ‘vitalização’ de motivos mortos ou inanimados. Clímax glamorosos despontam de uma superfície monocromática antes de voltarem a desfalecer. Ao longo da peça há constantemente degradação e remodelação, mudança imperturbável, florescimento, afundamento e ressurgimento. Ao nível acústico, a “Sinfonia da Ressurreição” de Gustav Mahler (1894) parece ser uma contraposição; a sua forma dramática e exuberante escapa a qualquer imobilização. No entanto, no caso de “(b)reaching stillness”, o tema da ressurreição — liberta das suas referências religiosas — torna-se num princípio vital no que diz respeito ao comum levantar-se, à revista síncrona ou ao simples ensaio.

///
Lea Moro é coreógrafa e intérprete radicada em Berlim e Zurique. A sua peça de grupo “(b)reaching stillness” (2015), convidada para a Plataforma de Dança Alemã 2016, Os Dias da Dança Suíça 2017 e o Festival ImPulsTanz de Viena (Prémio do Público FM4), encontra-se em digressão internacional. Em 2015/16, Lea Moro fez uma residência artística no K3 Centro de Coreografia I Tanzplan, em Hamburgo, e desenvolveu o solo musical “The End of the Alphabet”. Lea Moro foi considerada coreógrafa talentosa pela revista tanz no ano de 2015. “FUN!” é a sua criação mais recente. Trabalha igualmente como curadora e na temporada de 2017/18 integra o Programa Jovem Artista Associado na Tanzhaus, em Zurique, numa cooperação com a Pro Helvetia.

http://www.teatromunicipaldoporto.pt

///
FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA
Conceção, coreografia e interpretação Lea Moro
Interpretação Lea Moro, Enrico Ticconi, Jorge De Hoyos
Dramaturgia Linda Sepp
Som Marcus Thomas
Luz Annegret Schalke
Cenografia Katrin Fürst
Figurinos Lydia Sonderegger
Assistência coreográfica Julia Turbahn
Aconselhamento dramatúrgico Linda Sepp
Produção executiva Marie Schmieder
Difusão Ann-Christin Görtz
Coprodução SOPHIENSÆLE, Fund for Dance, Pro Helvetia Swiss Arts Council
Apoios Governing Mayor of Berlin - Senate Chancellery - Cultural Affairs, Nationales Performance Netz (NPN), Zurich Kultur, Fondation Nestlé pour l’Art, Georges & Jenny Bloch Foundation, Stanley Thomas Johnson Foundation and Pact Zollverein Essen. Special thanks to Tanzfabrik Berlin, Wiesen55 e.V., ada Studio Berlin, Gemäldegalerie Berlin, Kunsthaus Zürich, Dampfzentrale Bern, Tanzhaus Zürich.
Duração aprox. 1h10